Como está o Blog?

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Ricardo Teixeira é internado no Rio

        Nesta última quinta-feira (28/09) Ricardo Teixeira foi internado no hospital Pró-Cardíaco no Rio de Janeiro com dores no abdômen. Apesar de ter um histórico de dois problemas cardíacos, dessa vez ele foi diagnosticado com quadro de diverticulite, que não tem nada à ver com o coração.
João Havelange chegando ao Pró-Cardíaco

              Será que agora é uma boa hora para ele se afastar da CBF? Tomara, não desejo mal à Ricardo Teixeira, mas espero mesmo que ele se recupere e enfim se aposente. Se ele se aposentar já é um começo para uma possível melhoria na direção da CBF, que como já postei anteriormente, interfere em muita coisa no Brasil. Entretanto ele pode fazer como João Havelange fez - seu sogro, que inclusive já foi visitá-lo no hospital -, e arranjar um sucessor de "confiança" e bastante ambicioso.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Cláusula 7.7

           Como postei anteriormente, o Brasil está num estado crítico em relação à Copa de 2014 por causa dos gigantescos atrasos nas obras - em alguns casos graças às greves - e irresponsabilidades das autoridades. E também, que a FIFA pode muito bem mudar o local do maior evento do mundo, para outro país.
        A cláusula 7.7 do contrato assinado pelo governo brasileiro prova isso, ela estabelece que a FIFA tem um prazo final - 1º de junho de  2012 , pouco mais de  2 anos para a abertura da copa - para reincidir o contrato com o Brasil sem pagamento de multa.

       O texto sobre a cláusula 7.7 é bastante claro, ele diz que a rescisão será aplicada caso as leis e regulamentos necessários para a organização da Copa não tenham sido aprovados, ou se as autoridades competentes não estejam cumprindo as garantias exigidas.
       Caso isso ocorra, os prováveis substitutos do Brasil são os últimos sediadores das Copas, pois já possuem uma estrutura adequada para realizar esse evento.

         É inadimissível um país perder o maior evento do mundo por causa de acomodação dos governantes. Não só pela vangloriação que é ter uma copa em nosso país, mas também pelo desenvolvimento que vai gerar aqui. Até o final da copa podem ser gerados 3,5 milhões de empregos no Brasil. 

          Espero muito que os responsáveis criem vergonha na cara e corram atrás do prejuízo, para que a copa não vá para outro país.

domingo, 18 de setembro de 2011

Ricardo Teixeira

         O maior ladrão da atualidade, ele é o atual presidente da CBF, e ele comanda praticamente tudo, desdo Cruzeiro de Itaporanga(PB) até a seleção brasileira.
              Ele esta no poder graças à sua esposa, pois ela é filha de João Havelange (ex-presidente da FIFA, de 74 à 98), então João "bancou" a candidatura de Ricardo Teixeira. O sucessor de João Havelange é Joseph Blatter, o atual presidente da FIFA e como João Havelange praticamente pôs os dois no poder, João Havelange tem muita moral na FIFA e na CBF. Ricardo Teixeira chegou à presidência subornando os presidentes das federações estaduais de futebol (Federação de Futebol do Rio de Janeiro, de São Paulo, da Bahia, de Pernambuco, etc.). Ele está no poder desde 89 e seu atual mandato so acabará depois da copa. E para os presidentes das federações estaduais é a mesma coisa, eles dão uma merreca para os presidentes dos clubes votarem neles e se mantem no poder há anos, como no caso da presidente da Federação Paraibana de Futebol Rosilene Gomes, ela está igual a Ricardo Teixeira, mais de 20 anos no poder.


         Ricardo Teixeira controla todos os jogos da seleção brasileira e de todos os times do Brasil, como ele tem certa "amizade" com Joseph Blatter nada o barra de decidir o horário de todos os jogos da seleção e times do Brasil. Todos os jogos do Brasil desde 1998 sempre vão em horários que se encaixam na programação da Globo  - claro que Copa do Mundo é outra história - vocês acham que é à toa os amistosos ocorrentes na Europa passam aqui por volta das 16 horas, sem interferir nenhum programa de grande audiência da Globo. A última vez que um jogo da seleção não seguiu essa "regra" foi em 98, quando saiu em um dos jornais da Globo uma matéria falando sobre um parente de Ricardo Teixeira que utilizou dinheiro da CBF para sua campanha eleitoral e então Ricardo Teixeira pôs um amistoso contra a Argentina por volta das 19:30 e claro, não passou na Globo, foi bem no horário de 2 novelas e do Jornal Nacional, os líderes de audiência da Globo.


      Os jogos da Libertadores, Brasileirão, Copa do Brasil e os principais estaduais são a mesma coisa, sempre nos mesmos horários. Outra coisa que sempre acontece é: exclusiva com técnicos e jogadores da seleção; para a mídia é coletiva, mas a Globo sempre vem com uma exclusiva.


      É claro que vários outros jornais (de TV, internet e rádio) atacam Ricardo Teixeira, mas ele não dá a mínima bola, pois a Globo nunca falará mal dele. Mais por que escolher a Globo?  em troca de dinheiro e uma certa segurança. A Globo é a 2ª maior emissora do mundo(em estrutura) e considerada a TV MAIS PODEROSA DO MUNDO, pois é, ela é a mais influente na sociedade e claro, em todas as matérias nunca agridem de nenhuma maneira Ricardo Teixeira e sua administração do futebol brasileiro. Muita gente sabe que a transmissão das olimpíadas será exclusiva da Record e por isso, Ricardo Teixeira vai mandar a seleção sub-20 ou sub-17 para disputar o inédito ouro, mesmo sabendo que várias seleções como a  Argentina tem em mente mandar a seleção principal.


         E o "poderoso chefão" é muito rico por sinal, diz ele ter mais de R$130 milhões de reais, fora suas mansões fora do país, gigantescas fazendas e também os presentes que ele da para seus familiares, inclusive João Havelange. Ele  consegue tanto dinheiro de várias formas, claro, a maioria é por corrupção. Ricardo desvia muito dinheiro dos patrocinadores da seleção, dinheiro que seria exclusivo para pagar os jogadores, comissão técnica, inclusive seu salário (cerca de R$90 mil por mês). Uma maneira fácil de ganhar dinheiro, é inventar impostos e taxas em cima da renda dos jogos, sobretudo da seleção, um exemplo: há jogos que o público pagante é de 60 mil, a renda provável seria em torno de R$1.5 à R$2 milhões, com esses impostos e taxas, a renda cai para meio milhão. 
      Eles diz que como a CBF não ganha dinheiro público, ele é independente pra fazer o que bem entender com o dinheiro da entidades, não deve dar satisfação a ninguém. E isto não desculpa, até por que isso é contra a lei.
       Ele já pensa em sua aposentadoria, mas tem grandes chances dele por um sucessor, que irá explorar a CBF da mesma maneira ou pior. 


     Infelizmente, uma coisa tão boa como o futebol, é bastante afetada por esses corruptos que parecem ser eternos, mas se Deus quiser, um dia isso há de acabar!